Cirurgias Ginecológicas

Videolaparoscopia:

Videolaparoscopia é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva realizada por auxílio de uma endocâmera no abdômen. Para criar o espaço necessário às manobras cirúrgicas e adequada visualização das vísceras abdominais a cavidade peritoneal é insuflada com gás carbônico. O instrumental cirúrgico e a endocâmera entram na cavidade através de trocateres, que são como tubos com válvulas para permitir a entrada de CO2 e dos instrumentos sem a saída de gás, introduzidos através de pequenas incisões (cortes) na pele (i.e. 5 a 14 mm). Pela primeira incisão é inserida a endocâmera por um trocater, a cavidade é inspecionada e são inseridos os demais trocateres de acordo com a necessidade ou com o procedimento a ser realizado. Ao final da operação, são retirados os trocateres e as incisões são fechadas.

Histeroscopia:

Histeroscopia é uma técnica da área da Ginecologia que efetua a inspeção da cavidade uterina através de endoscopia. Permite o diagnóstico de patologias presentes dentro do útero e serve como método para intervenção cirúrgica.

Histerectomia:

Histerectomia é uma operação cirúrgica que consiste na retirada do útero. A histerectomia pode ser total, quando se retira o corpo e o colo do útero, ou subtotal, quando só o corpo é retirado e o colo do útero não.

Às vezes, esta cirurgia é acompanhada da retirada dos ovários e trompas (histerectomia total com anexectomia bilateral). Pode também ser realizada no tratamento de mulheres com câncer do colo uterino (histerectomia radical).

Existem três vias para a histerectomia:

  • Histerectomia abdominal: realizada por meio de um corte no abdômen, por onde se retira o útero.
  • Histerectomia vaginal: operação através da vagina, por onde se retira o útero.
  • Videolaparoscópica/robótica: a cirurgia é realizada por meio de pequenos orifícios de 5 a 10 mm no abdômen e a retirada do útero pode ser feita pela vagina.

Miomectomia:

A miomectomia consiste na retirada cirúrgica dos miomas uterinos com preservação do útero. O tratamento pode ser realizado por laparotomia (cirurgia realizada através de um corte no abdômen), laparoscopia, robótica e histeroscopia.

  • Miomectomia abdominal: é uma espécie de “cesariana” em que é necessário realizar um corte na região do abdômen que vai até ao útero, permitindo a retirada do mioma.
  • Miomectomia laparoscópica: realizada por videolaparoscopia, sendo necessário realizar pequenos furos na região abdominal pelos quais passam uma microcâmera e os instrumentos necessários para a remoção do mioma.
  • Miomectomia histeroscópica: realizada por histeroscopia, o médico introduz o histeroscópio (instrumento cirúrgico) pela vagina e retira o mioma sem a necessidade de cortes.

Entre em contato e pré-agende sua consulta

Sobre Dr. Agnaldo

Endereço

Facebook